Pular para o conteúdo principal

PUBLICIDADE

Trump se diz preparado para encontro inédito com líder da Coreia do Norte


SEUL/WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse estar preparado para se encontrar com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, no que seria o primeiro encontro pessoal entre os líderes dos dois países e que poderia romper o impasse provocado pelo programa norte-coreano de armas nucleares.

Kim se “comprometeu com a desnuclearização” e com a suspensão dos testes nucleares e de mísseis, disse o diretor da Agência de Segurança Nacional da Coreia do Sul, Chung Eui-yong, a repórteres na Casa Branca na quinta-feira, depois de informar Trump a respeito de uma reunião de autoridades sul-coreanas com Kim ocorrida no início desta semana.

Kim e Trump vinham trocando insultos cada vez mais beligerantes devido aos programas nuclear e de mísseis da Coreia do Norte, que esta desenvolve desafiando resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), até uma amenização das tensões que coincidiu com a Olimpíada de Inverno da Coreia do Sul, no mês passado.

“Uma reunião está sendo planejada”, postou Trump no Twitter depois de conversar com Chung, preparando o que seria sua maior aposta de política externa desde que tomou posse em janeiro de 2017.

Chung disse que Trump concordou com um encontro em maio em resposta ao convite de Kim. Mais tarde um funcionário de alto escalão dos EUA disse que a reunião pode acontecer “em questão de meses, e o momento e local exatos ainda serão determinados”.

A Rússia e a China, que participaram de conversas de seis partes intermitentes durante anos junto com EUA, as duas Coreias e o Japão com a meta de superar o impasse, saudaram os novos sinais positivos depois de meses de deterioração nas relações entre Pyongyang e Washington.

O presidente sul-coreano, Moon Jae-In, que comandou a reaproximação com a Coreia do Norte durante a Olimpíada, disse que a reunião apontará um caminho para a desnuclearização, de acordo com seu porta-voz. Trump aceitou se reunir com Kim sem qualquer pré-condição, disse outra autoridade sul-coreana.

Trump já desdenhou do líder norte-coreano, que chamou de “maníaco”, referiu-se a ele como o “homenzinho do foguete” e ameaçou em um discurso feito na ONU no ano passado “destruir totalmente” o país de 26 milhões de pessoas se este atacasse os EUA ou um de seus aliados.

Kim reagiu classificando o presidente norte-americano de “ignorante mentalmente perturbado”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Banco Itaú lideram em cobrança abusivas

O Banco Itaú é uma das maiores financeiras da America latina em valores ativos e clientes, presente em 21 países, o banco possui cerca de 5 mil agências no Brasil e no exterior e 26 mil caixas eletrônicos e pontos de atendimento. 

A instituição também lideram em reclamação nos órgão de defesa do consumidores. O braço direito do Banco, o Itaucard lidera desde cobrança duas vezes na mesma fatura ou até erro de desconto de juros e valores cobrado indevidamente.

Quando os clientes busca os canais do Itaú para corrigir os erros, são mal atendido e também a instituição demoram na busca de solucionar os problemas, isto quando o Banco ignora o cliente sem dar nem uma solução e continuando com a cobrança indevida.


Brasil desativou 16 mil leitos pediátricos desde 2010

Um levantamento feito pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) mostrou que nos últimos nove anos o Brasil desativou 15,9 mil leitos de internação pediátrica, aqueles destinados a crianças que precisam permanecer no hospital por mais de 24 horas. Segundo a SBP, dados obtidos no Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES), mantido pelo Ministério da Saúde, indicam que em 2010, o país dispunha de 48,8 mil leitos no Sistema Único de Saúde (SUS). Em 2019, segundo dados relativos ao mês de maio, o número baixou para cerca de 35 mil.  A pesquisa também mostra que os leitos disponíveis nos planos de saúde ou em unidades privadas caíram em 2.130 no mesmo período, com 19 estados perdendo leitos pediátricos nessa rede. São Paulo desponta com a maior queda: ao todo foram 762 unidades encerradas, seguido do Rio Grande do Sul (-251) e Maranhão (-217). Segundo os dados, os estados das regiões Nordeste e Sudeste foram os que mais sofreram com a redução de leitos de internação no SUS, com 5…

Brasil tem 432 mortes e 10.278 casos confirmados do novo coronavírus

O balanço dos casos de covid-19 no país neste sábado (4) aponta 432 mortes em razão da doença e 10.278 casos confirmados por exeme laboratorial. Os dados são do Ministério da Saúde e foram coletados até as 14h. A taxa de letalidade registrada pela pasta no país é de 4,2%. Os novos números indicam um aumento de 72 óbitos em relação a sexta-feira (3), quando o país registrava 359 óbitos e 9.056 casos confirmados. O ministério continua trabalhando com a previsão de entrega de 20 milhões de testes para diagnóstico de covid-19, mas afirma que essa projeção depende da disponibilidade do mercado, da logística e distribuição. Para a próxima semana, cerca de 290 mil testes serão distribuídos.  Os casos seguem concentrados no Sudeste, especialmente no estado de São Paulo, com 4.466 casos dos 10.278 totais e 260 óbitos. Veja os números. Óbitos por estado Acre: 0
Amazonas: 12
Amapá: 1
Pará: 1
Rondônia: 1
Roraima: 1
Tocantins: 0
Alagoas: 2
Bahia: 7
Ceará: 22
Maranhão: 1
Paraíba: 1
Pernambuco: 2
Piauí: 4
Rio Grande do …